USP é considerada uma das 70 escolas com melhor reputação

Pela 1ª vez a USP figura no ranking de reputação da revista britânica 'THE', à frente de instituições como a Sorbonne

O Estado de S.Paulo

15 Março 2012 | 03h03

A Universidade de São Paulo (USP) foi considerada uma das instituições de ensino superior com melhor reputação em todo o mundo: no ranking de cem universidades da revista britânica Times Higher Education (THE), ela aparece no grupo das posições 61 a 70 (não há especificação da colocação exata). No ranking geral, com 400 instituições e publicado em outubro passado, a USP figura em 178.º lugar.

Na primeira posição aparece a Universidade Harvard, com a pontuação máxima de 100. Ela diz respeito ao número de vezes em que a instituição é citada como a melhor em sua área de expertise. As posições seguintes são calculadas em relação à primeira colocada: por exemplo, a Universidade de Sydney, na 50.ª posição - a última a ter sua avaliação divulgada -, tem nota 6,9.

A USP aparece no mesmo grupo da Universidade Hebraica de Jerusalém, da Universidade do Sul da Califórnia e do King's College de Londres. E está à frente da Sorbonne de Paris e das Universidades de Leeds, Amsterdam e Zurique, por exemplo.

É a primeira vez que a USP - a única instituição da América Latina a figurar entre as cem primeiras - aparece no ranking de reputação da THE, que está em sua segunda edição. Ele é derivado do ranking geral, publicado anualmente desde 2004.

O ranking é feito com base em pesquisa enviada a dezenas de milhares de acadêmicos - 43% deles vivem nas Américas; 28%, na Europa; 25%, na Ásia e no Oriente Médio; e 4%, na África. A edição deste ano foi respondida por 17.554 pessoas, um aumento de 31% em relação à pesquisa anterior. Nenhum dos especialistas que participaram do ranking passado foi convidado a opinar novamente.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.