USP informa que não cobra diploma

A assessoria da Universidade de São Paulo (USP) em Ribeirão Preto, informou hoje que a instituição não cobra diploma e que tentará padronizá-lo com um sistema antifraude, que ainda está em estudo e não tem data para ser lançado. A USP é uma das três escolas superiores da região de Ribeirão Preto  em investigação pelo Ministério Público Federal (MPF), que fiscaliza a cobrança ilegal da taxa de diploma. Dez faculdades locais suspenderam a cobrança após acordos com o MPF.

BRÁS HENRIQUE, Agencia Estado

28 de novembro de 2007 | 20h10

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.