USP oferece passeio modernista gratuito

Turismo intelectual mesclado com uma forma ?Indiana Jones? de explorar a cidade. É assim que o professor e diretor do Instituto de Estudos Avançados da Universidade de São Paulo (USP), Martin Grossmann, define o roteiro A USP e a São Paulo Modernista. Gratuito e feito de ônibus, o tour tem levado paulistanos (e turistas) para conhecer a capital de uma nova maneira.

JULIANA DEODORO, Agência Estado

18 de janeiro de 2013 | 08h40

Com 4 horas de duração, o percurso que acontece aos sábados apresenta as principais obras arquitetônicas do modernismo e discute o movimento de diferentes perspectivas: histórica, artística, comportamental, urbanística e até musical.

"A ideia do roteiro é mostrar o quanto nós somos modernistas e como nos tornamos modernistas", explica Grossmann. "É um modo de relacionar o conhecimento com a cidade em que vivemos."

O tour começa no Museu do Ipiranga e tem mais duas paradas de 30 minutos: uma no prédio da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU) na Rua Maranhão, em Higienópolis, e outra no Museu de Arte Contemporânea (MAC) no Ibirapuera, zona sul. Entre uma descida e outra, porém, o ônibus passa na frente de ícones do período, como os casarões da família Jafet, o Parque Dom Pedro II e edifícios da região central, incluindo o Itália, o Esther, o Eiffel e o Copan.

Um diferencial do roteiro é propor o mediador no lugar do educador. Em vez de seguir um roteiro predeterminado, com explicações prontas e fechadas, os quatro profissionais que acompanham os turistas foram orientados a criar conversas, discussões e reflexões. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo

Mais conteúdo sobre:
roteiromodernismoUSP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.