USP: PM joga bombas de efeito moral em manifestantes

A Força Tática do 4º Batalhão da Polícia Militar lançou no fim da tarde de hoje nove bombas de efeito moral contra manifestantes na entrada principal do campus da Universidade de São Paulo (USP). Os estudantes, funcionários e professores tiveram que se afastar do portão principal e se aglomeram em frente ao prédio da Faculdade de História e Geografia da USP.

AE, Agencia Estado

09 de junho de 2009 | 17h58

O objetivo da corporação, segundo a PM, é garantir o acesso dos universitários que não aderiram à greve e querem assistir às aulas. Vários carros e motos da PM chegam ao campus para aumentar o efetivo da operação.

Mais conteúdo sobre:
PMgreveUSPbombas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.