Usuários jogam cada vez mais lixo nas rodovias de SP

Usuários das rodovias sob concessão do Estado de São Paulo jogam cada vez mais lixo nas estradas. A quantidade de material recolhido pelas concessionárias aumentou 40% entre 2010 e 2012, segundo dados divulgados pela Secretaria Estadual de Logística e Transportes.

JOSÉ MARIA TOMAZELA, Agência Estado

25 de setembro de 2013 | 19h09

Há dois anos, as concessionárias recolheram 17,8 mil toneladas de lixo na malha concedida. Em 2012, segundo a secretaria, o volume chegou a 24,6 mil toneladas em 6,5 mil quilômetros de rodovias. No mesmo período, a frota do Estado cresceu 15%, de 21,5 milhões para 24,3 milhões de veículos.

Em cada quilômetro de estrada, equipes de limpeza recolhem todo mês 310 quilos de resíduos descartados pelos usuários - latas, garrafas PET, sacos plásticos, papel, papelão, vidro, bitucas de cigarros, até móveis e eletrodomésticos velhos.

Por dia, o volume de sujeira recolhido pelas concessionárias chega a 67 toneladas, equivalente a todo lixo produzido por cidades como Itapetininga (66,8 toneladas) e Mogi Guaçu (66). A coleta desse material está prevista nos contratos de concessão. O custo do trabalho é lançado na conta do pedágio.

Jogar lixo em rodovia é infração média, sujeita a multa e perda de quatro pontos na carteira de habilitação.

Mais conteúdo sobre:
lixorodoviasSP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.