Vale espera decisão da Justiça do MA sobre ferrovia esta semana

O presidente da Vale, Murilo Ferreira, disse esperar para esta semana o julgamento de um recurso da mineradora na Justiça do Maranhão, tentando reverter a interrupção das obras de ampliação da Estrada de Ferro de Carajás.

Reuters

16 de agosto de 2012 | 12h09

Atendendo a um pedido da Sociedade Maranhense de Direitos Humanos, do Conselho Indigenista Missionário e do Centro de Cultura Negra do Maranhão, a 8a Vara da Justiça Federal determinou no início do mês a suspensão da continuidade da duplicação da ferrovia, bem como o processo de licenciamento ambiental do projeto já concedido pelo órgão responsável.

A ampliação da EFC integra o projeto CLN 150 Mtpa, que também prevê aumento de capacidade no porto do Sistema Norte, incluindo a construção do quarto píer do terminal marítimo de Ponta da Madeira.

Com a ampliação da ferrovia, a Vale poderá elevar a sua produção e exportação de minério de ferro.

Num primeiro momento, a capacidade da EFC aumentará das atuais 130 milhões de toneladas por ano para 150 milhões de toneladas, chegando a 230 milhões no futuro.

(Reportagem Leila Coimbra)

Mais conteúdo sobre:
MINERACAOVALE*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.