Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Vandalismo marca protesto em Natal

Em Natal, o clima tenso da manifestação chamada "Vem para Rua Natal" ficou por conta de um pequeno grupo de pessoas, responsáveis por cenas de vandalismo. No momento que a passeata estava perto do principal shopping da cidade, os manifestantes atiraram pedras, quebraram as vidraças do prédio e ainda tentaram invadir.

Agência Estado

20 de junho de 2013 | 21h29

Um veículo da rede Bandeirantes de Televisão foi virado e todos os objetos do carro roubado. A estimativa da polícia é que 15 mil pessoas participaram do protesto. Parte dos manifestantes chegou a ir para o Centro Administrativo, localizado no bairro de Lagoa Nova, onde está a sede das principais secretarias de governo e o gabinete da própria governadora Rosalba Ciarlini (DEM). Policiais do Batalhão de Operações Especiais mantêm o isolamento na governadoria.

Na manhã dessa quinta-feira, 20, faltando apenas quatro horas para o início das manifestações, o prefeito de Natal Carlos Eduardo (PDT) anunciou a redução da tarifa de transporte urbano, passando de R$ 2,30 para R$ 2,20. A primeira tentativa do prefeito foi negociar com a governadora Rosalba Ciarlini (DEM) para redução dos tributos estaduais que incidem sobre a tarifa. Mesmo com a negativa, o gestor da capital decidiu reduzir justificando que "Natal não poderia se manter à margem do movimento nacional".

Tudo o que sabemos sobre:
protestosNatal

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.