Vem aí o Dgé, restaurante com uma levada de bar

Sai Bola Preta, entra Dgé - assim mesmo, com cara de verbete húngaro. É que Rogério Maldonado, chef e proprietário, só é chamado de "Dgé" pelo irmão.

O Estado de S.Paulo

21 Junho 2012 | 03h12

O apelido vem definir o nome do bar gastronômico a ser aberto em julho na Al. Campinas, 1.021. As obras estão adiantadas para deixar pronto o salão com capacidade para 60 pessoas.

Maldonado acaba de voltar da Itália, onde estagiou seis meses com Massimo Bottura no Osteria Francescana e chegou a chef de partie.

A cozinha não era, no início, seu destino profissional. Maldonado é caso clássico de mudança de rota: abraçou a gastronomia depois de formado em marketing e engenharia. Decidiu fazer o curso da Anhembi Morumbi depois dos 30 anos. Terminada a graduação, resolveu ir a Asti para completar os estudos no Istituto Culinario Italiano per Stranieri (Icif). A temporada abriu-lhe as portas da Osteria de Bottura.

Na volta ao Brasil, passou breve tempo estagiando no D.O.M. Sentiu que era hora de investir em um restaurante com uma levada de bar. "Estou em contato com a Família Orgânica, projeto amparado pelo chef José Barattino, do Emiliano, e pretendo investir em ingredientes que tenham um traço da Emilia-Romagna: aceto balsâmico, manjericão", explica Maldonado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.