Venda de aço laminado plano cai pela primeira vez no ano

As vendas de aço laminado plano no mercado interno caíram 5,8 por cento em outubro comparado ao mesmo mês de 2007, para 1,024 milhão de toneladas, representando a primeira queda do segmento no ano e refletindo a retração das montadoras de veículos, principal mercado desse segmento. De acordo com dados divulgados nesta terça-feira pelo Instituto Brasileiro de Siderurgia, apesar da queda dos planos o segmento de laminados manteve alta de 1,1 por cento ante outubro de 2007, totalizando 1,850 milhão de toneladas, ajudado pela alta de 11 por cento do segmento de aços longos, mais voltados para construção civil. Segundo o IBS, a queda reflete a desaceleração do crescimento do mercado, "que tem levado algumas usinas a antecipar paradas para ajustes de manutenção e, dessa forma, regular seus estoques", explicou o IBS em nota. As vendas externas tiveram pior desempenho, com queda de 26,4 por cento contra outubro de 2007, "em decorrência da forte retração de demanda e preços do mercado internacional, que se acentuou a partir de setembro", explicou o IBS. A produção de aço bruto também vem acompanhando a retração do mercado e em outubro praticamente ficou estável em relação ao mesmo mês do ano anterior, em 2,9 milhões de toneladas, uma queda de 3,7 por cento em relação a setembro deste ano. Entre janeiro e outubro, a produção de aço bruto acumulada atingiu 29,7 milhões de toneladas, 6,5 por cento a mais do que igual período do ano anterior. Nos primeiros 10 meses do ano as usinas associadas do IBS venderam 18,8 milhões de toneladas de aço laminado, alta de 14,2 por cento em relação a 2007, enquanto os semi-acabados subiram 21 por cento, para 631 mil toneladas. (Por Denise Luna)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.