Venda de imóveis em SP em abril melhora após tombo em março

As vendas de imóveis residenciais novos na cidade de São Paulo cresceram quase 50 por cento em abril contra março, mas recuaram 28,3 por cento na comparação anual, informou nesta segunda-feira o sindicato que representa o setor imobiliário na capital paulista, Secovi-SP.

REUTERS

12 Junho 2011 | 11h00

As vendas em abril totalizaram 2.319 unidades, com destaque para os apartamentos de três dormitórios, contra 1.566 em março --mês prejudicado pela ocorrência do feriado do Carnaval e que apresentou redução tanto na relação mensal como na anual. Em abril de 2010, as vendas de imóveis novos em São Paulo tinham sido de 3.236 unidades.

Já os lançamentos na cidade em abril foram de 2.129 unidades, alta de 39,2 por cento ante março e queda de 10,2 por cento em relação a igual mês do ano passado.

O indicador de vendas sobre oferta (VSO) --que mede a relação entre as unidades vendidas com a oferta existente no período-- ficou em 16 por cento em abril.

Embora bastante inferior aos 25,3 por cento vistos em igual etapa do ano passado, o VSO de abril passado foi o melhor resultado mensal já registrado em 2011.

(Reportagem de Cesar Biancon)

Mais conteúdo sobre:
CONSTRUCAO SECOVI ABRIL*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.