Venda de Olimpia a Telecom Italia tem sinais positivos do Brasil

A operação de venda da holding Olimpia,controladora da Telecom Italia, para um consórcio que incluibancos e a espanhola Telefónica tem recebido sinais positivosde autoridades brasileiras. A informação é do presidente da Pirelli, que está sedesfazendo da Olimpia, Marco Tronchetti Provera."A questão no Brasil está sendo conduzida pelos bancos e pelaTelefónica. Eles consideram que tudo está andando bem", disseTronchetti. O consórcio Telco --do qual fazem parte Telefónica, IntesaSaoPaolo, Mediobanca, Generali e Sintonia-- chegou a um acordopara adquirir a participação que a Pirelli tem na TelecomItalia através da Olimpia. O negócio já obteve aprovação de órgãos reguladoreseuropeus e espera a opinião, ainda que não definitiva, dasautoridades do Brasil, onde Telefónica e Telecom Italiacontrolam, respectivamente, a Vivo e a TIM Participações,primeira e segunda operadoras de telefonia móvel do país. Tronchetti reafirmou que a Pirelli está agora concentradanas atividades de pneus, imóveis, tecnologia ambiental e fibraóptica. Perguntado se o grupo descarta um futuro retorno aosetor de telecomunicações, ele disse que "está esperando ofechamento da venda da Olimpia ao consórcio Telco". "O nosso interesse agora é encerrar isso e nos concentrarnas outras atividades." O presidente da Pirelli não deu detalhes sobre comopretende investir o dinheiro recebido com a venda da holdingOlimpia. (Por Claudia Cristoferi)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.