Vendas da Volkswagen do Brasil caem 14% em 2003

A divisão brasileira da alemã Volkswagen AG registrou queda de 14% em suas vendas domésticas em 2003, ano que as montadoras estão classificando como o pior na década. A unidade, que é a segunda maior do grupo fora da Alemanha depois da China, informou que as vendas domésticas ficaram pouco abaixo de 320 mil unidades em 2003. Em 2002, a companhia vendeu quase 370 mil carros, caminhões e ônibus no Brasil. A unidade conseguiu compensar em parte a queda nas vendas domésticas com exportações recorde. Ajudada por um câmbio competitivo e um novo acordo comercial entre o Brasil e o México, a empresa exportou mais de 165 mil veículos em 2003, de 140 mil no ano anterior. A Volkswagen produziu um total de 470 mil carros, caminhões e ônibus no Brasil no ano passado. A marca anunciou em agosto que cortará 16% do total de seus funcionários no Brasil, ou cerca de 4 mil empregos, como parte de um amplo plano de reestruturação no País.

Agencia Estado,

16 de janeiro de 2004 | 12h46

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.