Vendas de celulares cresceram 40% na China em 2006

As vendas de celulares cresceram 120 milhões de unidades (40%) em 2006 na China, segundo responsáveis do setor citados nesta segunda-feira pela imprensa local. Quase um terço dos chineses possuem aparelhos de telefone móvel. A China fabricou 450 milhões de celulares, dos quais 350 milhões foram para exportação, disse Xie Linzhen, subdiretor da Associação de Telefones Celulares da China. Para este ano, Xie prevê um aumento das vendas em 150 milhões de celulares (25%), de acordo com o jornal oficial Diário do Povo. Segundo o Ministério de Informação, as grandes companhias estrangeiras como a fabricante finlandesa Nokia e a americana Motorola ficaram com a maior fatia do bolo, enquanto as nacionais venderam apenas 50 milhões de unidades, tanto dentro como fora do país. No ano passado, 461 milhões de pessoas tinham celular na China, 68 milhões a mais que em 2005, acrescentou Xie, que destacou que, em média, os chineses compram um novo telefone celular a cada 21 meses. O mercado dos aparelhos móveis cresceu ininterruptamente nos últimos anos no país asiático, onde o número de usuários de celulares é maior que o de telefones fixos.

Agencia Estado,

05 Fevereiro 2007 | 01h23

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.