Vendas de imóveis novos em SP crescem 28,7% em janeiro

As vendas de imóveis residenciais novos na cidade de São Paulo cresceram 28,7 por cento em janeiro na comparação com o mesmo mês no ano passado, para 1.068 unidades, informou nesta quarta-feira o sindicato da habitação na capital paulista, Secovi-SP.

REUTERS

28 Março 2012 | 16h16

A entidade não divulgou o dado comparativo com dezembro, sazonalmente um dos meses mais fortes em vendas.

"Dezembro se caracteriza pelo esforço de comercialização para fechamento do ano dentro das metas das empresas", afirmou o economista-chefe do Secovi-SP, Celso Petrucci, em nota.

A velocidade de vendas -medida pela relação de venda sobre oferta-, entretanto, recuou no primeiro mês de 2011, para 5,2 por cento, enquanto um ano antes havia sido de 6,7 por cento.

Em termos de valores, o volume movimentado no primeiro mês do ano aumentou 17,2 por cento, para 504 milhões de reais.

Em janeiro, as vendas foram lideradas pelos imóveis de dois dormitórios, com 43,7 por cento do total, seguidos pelos de três dormitórios (38,9 por cento).

Os lançamentos residenciais na capital paulista totalizaram 674 unidades em janeiro, alta anual de 12,1 por cento. Das unidades lançadas, 62 por cento foram de imóveis de dois dormitórios, segundo a Empresa Brasileira de Estudos de Patrimônio (Embraesp).

(Por Vivian Pereira)

Mais conteúdo sobre:
CONSTRUCAO SECOVI JANEIRO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.