Vendas do Casino desaceleram no 1º tri por impacto do Brasil

A varejista Casino disse que o crescimento das vendas desaceleraram no primeiro trimestre, refletindo uma performance moderada no Brasil, um importante mercado para a empresa que controla o Pão de Açúcar, enquanto a Ásia permaneceu fraca com uma confiança do consumidor difícil e distúrbios políticos atingiram as vendas na Tailândia.

Reuters

14 Abril 2014 | 13h44

Na França, o Casino viu nova melhora em seus hipermercados, onde continuou a se beneficiar de cortes de preços e com as vendas do Geant Casino se tornarem positivas.

Mas as vendas do LeaderPrice caíram 9 por cento enquanto as lojas de desconto ainda estão no estágio inicial de redefinir os preços.

O Casino, que obtém 60 por cento de suas vendas em mercados emergentes e controla o Grupo Pão de Açúcar no Brasil, disse que as vendas do primeiro trimestre somaram 11,295 bilhões de euros, levemente acima dos 11,26 bilhões de euros previstos por analistas em uma pesquisa da Reuters.

Desconsiderando aquisições, efeitos de câmbio e combustível, houve alta de 6,6 por cento em uma base comparável, ante crescimento de 8,5 por cento no quarto trimestre de 2013, disse o Casino.

(Por Dominique Vidalon)

Mais conteúdo sobre:
VAREJOCASINOVENDAS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.