Vendas do McDonald's em outubro caem menos que o esperado

Vendas do McDonald's em outubro caem menos que o esperado

Balanço mostra que rede ainda enfrenta ressaca do escândalo alimentar envolvendo fornecedor na Ásia que vendia carne vencida, além das turbulências políticas e econômicas na Europa

REUTERS

10 Novembro 2014 | 14h34

As vendas do McDonald's caíram menos que o esperado em outubro, informou a companhia nesta segunda-feira, mas preocupações persistem conforme a rede de lanchonetes procura a receita certa para competir com rivais.

As vendas mundiais em lojas abertas há pelo menos 13 meses caíram 0,5%, com a maior rede de fast-food do mundo continuando a lutar contra uma difícil concorrência nos Estados Unidos, a ressaca de um escândalo alimentar envolvendo fornecedor na Ásia, e turbulências políticas e econômicas na Europa.

Analistas esperavam um declínio de 2,2%, segundo a empresa de pesquisa Consenso Metrix.

As vendas em mesmas lojas recuaram 1% nos Estados Unidos, ante expectativa de queda de 1,9%. As vendas por esse parâmetro não sobem para o McDonald's desde outubro de 2013.

Sob o comando do presidente-executivo, Don Thompson, que assumiu o cargo em julho de 2012, a operação dos EUA está se concentrando em ingredientes frescos e montagens personalizadas de sanduíches para competir de maneira mais eficaz com redes populares como Chipotle Mexican Grill e Subway, onde os clientes podem escolher os ingredientes de seus lanches.

Mais conteúdo sobre:
CONSUMOMCDONALDSVENDAS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.