Vendas no varejo brasileiro sobem 2,6% em janeiro

As vendas no varejo brasileiro tiveram alta de 2,6 por cento em janeiro ante dezembro e registraram elevação de 7,3 por cento em relação a igual mês de 2011, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta sexta-feira.

REUTERS

23 Março 2012 | 09h42

O crescimento mensal das vendas em janeiro foi o maior desde fevereiro de 2010, quando o aumento havia sido de 3,4 por cento. O IBGE apontou ainda alta de 6,6% no acumulado dos últimos 12 meses.

Analistas ouvidos pela Reuters previam alta de 1,50 por cento mês a mês e avanço anual de 6,30 por cento.

O dado de dezembro ante novembro foi revisado para cima, mostrando alta de 0,5 por cento, ante avanço de 0,3 por cento reportado inicialmente.

Das dez atividades pesquisadas, sete aumentaram o volume de vendas em janeiro na série com ajuste sazonal. Destacaram-se os resultados do segmento de hipermercados, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo (com alta de 7,4 por cento); tecidos, vestuário e calçados (elevação de 5,2 por cento); outros artigos de uso pessoal e doméstico (crescimento de 3,9 por cento); material de construção (avanço de 3,7 por cento).

Na comparação entre janeiro de 2012 e o mesmo mês do ano passado, apenas combustíveis e lubrificantes tiveram resultado negativo (-0,7 por cento).

Os destaques ficaram com hipermercados, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo (7,6 por cento); móveis e eletrodomésticos (11,9 por cento); outros artigos de uso pessoal e doméstico (15,1 por cento); artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos, de perfumaria e cosméticos (8,6 por cento); equipamentos e material para escritório, informática e comunicação (32,7 por cento).

(Reportagem de Rodrigo Viga Gaier)

Mais conteúdo sobre:
MACROIBGEVAREJOATUA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.