Vento forte destrói ginásio e destelha casas no PR

Um vento forte, que durou apenas alguns segundos, provocou destruição em Araruna, a 460 quilômetros de Curitiba, no centro-oeste do Paraná, no início da noite de ontem. Um ginásio de esportes foi totalmente destruído, várias residências e empresas ficaram destelhadas e árvores foram arrancadas. O Instituto Meteorológico Simepar, do governo do Estado, não tem nenhuma base de medição na região, mas, em razão dos estragos, o meteorologista Samuel Braun acredita que os ventos devem ter ficado em torno de 60 a 70 quilômetros por hora. Não há informação de feridos.De acordo com o secretário da Cultura do município, Vanderson Dubinski, "somente por Deus" não aconteceu uma tragédia. No ginásio que foi destruído estava previsto, para a noite de ontem, um torneio que envolveria 20 times. Mas, dois dias antes, o proprietário de um centro de treinamento ofereceu sua estrutura para o evento. "Se não fosse por isso, teria centenas de pessoas lá e a tragédia seria grande", afirmou. "Quando cheguei no local, parecia uma cena de guerra."Funcionários da prefeitura passaram toda a manhã realizando limpeza na cidade, que ficou suja com galhos e folhas de árvores, além de ajudarem na recuperação do telhado de algumas residências. De acordo com o meteorologista do Simepar, os ventos fortes foram causados pela chegada de uma frente fria, em contraste com o tempo quente. A frente fria deve baixar as temperaturas no Estado nos próximos dias.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.