Veteranos, a aposta dos paulistas

Corinthians e São Paulo contratam atletas experientes, na casa dos 30 anos, para não sofrer com a pressão

Fábio Hecico e Giuliander Carpes, O Estadao de S.Paulo

14 Dezembro 2009 | 00h00

Acabados, superados, em fim de carreira, aposentados, velhos. Jogador de futebol sofre enorme discriminação quando supera a casa dos 30 anos. Nos tempos de hoje, em que o preparo físico se destaca, muitas equipes apostam na juventude para montar seus elencos. Muitas, mas não todas. Corinthians e São Paulo resolveram acreditar na experiência e se reforçam com jogadores maduros para fazer bonito em 2010, ano em que buscarão brilhar na Taça Libertadores da América, competição na qual a catimba e a malícia valem muito.

No Parque São Jorge, Ronaldo já é chamado de "pai" por Dentinho. Aos 34 anos, o Fenômeno é alvo preferido da garotada. "Admirava vê-lo jogar quando era criança e tenho muito a aprender com ele", comentou Dentinho, com um leve toque de maldade pela rodagem do atacante. E agora os alvos podem aumentar, pois, de uma só vez, o Corinthians ganhará mais quatro "trintões": Roberto Carlos (36 anos), Iarley (35), Tcheco (33) e Danilo (30).

"Para a disputa da Libertadores é necessário ter muita experiência", reconheceu o técnico Mano Menezes. Com razão. Em 2006, o Corinthians era chamado de "galáctico", mas, com time jovem, sucumbiu diante da experiência do River Plate e caiu nas oitavas com duas derrotas.

Agora, o corintiano verá uma das equipes mais experientes de sua história. Além dos contratados, já há no grupo outros atletas maduros, como Alessandro e Edu, de 31 anos, e William, de 33. A média do time titular será a maior na era Mano Menezes, com 31,18, diante de 27,2 de 2009 e 25,2 de 2008.

"Que vamos ser chamados de tios, vamos, né? Não tem como fugir", afirmou o meia Tcheco ao canal SporTV. "A Libertadores é um jogo de muita catimba, mais parado que o Brasileiro, mas muito intenso fisicamente. É necessário um pouco de experiência", seguiu o jogador, vice em 2007 com o Grêmio, sob o comando de Mano Menezes.

Com tantos veteranos no grupo, a comissão técnica já adiantou que eles não estarão nas primeiras rodadas do Paulista. Todo o cuidado é pouco para evitar lesões musculares. Na atual temporada, Ronaldo, William, Alessandro e Edu sofrerem com esse tipo de problema.

NO MORUMBI

O São Paulo já conta com alguns jogadores experientes no elenco. No gol, duas opções: Rogério Ceni faz 37 anos em janeiro e Bosco, 35, assinou contrato por mais uma temporada. Jorge Wagner, 31, e Washington, 34, também seguem na equipe. Mas a média de idade de 2009 (27,4 anos) deve aumentar no próximo ano. "Não fomos felizes nas contratações na última temporada. Agora vamos trazer jogadores de reconhecida eficácia para tentar fazer bom papel na Libertadores", disse o presidente Juvenal Juvêncio.

O clube trará ao menos seis jogadores. O atacante Fernandinho, 24 anos, e o zagueiro Xandão, 21, ambos vindos do Barueri, são boas revelações. Junta-se a eles Carlinhos Paraíba, 26, do Coritiba. No restante, aposta em experientes, como Léo Lima, 27 anos, e Washington, 34, que renovou contrato. Marcelinho Paraíba, que completará 35 em maio, deve retornar ao time que defendeu de 1997 a 2000, agora com mais bagagem, depois de passar por Alemanha, Turquia, Flamengo e Coritiba.

Fernandão é o outro "trintão" que pode vestir vermelho, preto e branco em 2010. Completa 32 anos em março e já acertou com o clube. O Goiás, com quem tem contrato até o fim do próximo ano, no entanto, não pretende deixar o centroavante sair menos de seis meses depois de ter chegado. Os goianos exigem o pagamento da multa rescisória de R$ 160 milhões, valor inviável para o São Paulo, enquanto o jogador tenta se livrar do compromisso e voltar a atuar por uma equipe competitiva - seu último título no País foi a Recopa Sul-Americana pelo Internacional, em 2007. Se chegar mesmo ao Morumbi, a média de idade da equipe ficará em 29,7 anos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.