Vice procurador-geral vence eleição e pode ser indicado por Lula

O atual vice-procurador-geral da República, Roberto Gurgel, venceu a eleição realizada entre procuradores da República nesta quinta-feira e larga na frente para ser o indicado do presidente Luiz Inácio Lula da Silva para a sucessão do atual procurador-geral, Antonio Fernando de Souza.

REUTERS

21 de maio de 2009 | 19h04

Gurgel foi o mais votado na eleição realizada pela Associação Nacional dos Procuradores da República com 482 votos. Ele encabeçará a lista tríplica a ser entregue a Lula ao lado dos subprocuradores Wagner Gonçalves (429 votos) e Ela Wiecko (314 votos).

Legalmente, Lula não tem a obrigação de indicar algum dos integrantes da lista tríplice. Desde sua primeira indicação ao cargo, em 2003, no entanto, o presidente tem apontado o mais votado na eleição organizada pela ANPR.

A lista será entregue a Lula no início da próxima semana. Não há previsão de quando o presidente deve anunciar sua escolha, que terá de passar pelo crivo do Senado Federal. Antonio Fernando de Souza deixa o cargo no próximo dia 30 de junho.

(Reportagem de Eduardo Simões)

Tudo o que sabemos sobre:
POLITICAPGRLISTA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.