Vigilância interdita mercado em que 10 passaram mal

A Vigilância Sanitária interditou hoje o supermercado em São Paulo em que dez funcionários passaram mal após almoçarem no refeitório na última quinta-feira. A interdição é por tempo indeterminado e foi realizada após uma fiscalização que constatou irregularidades na área do armazenamento, falta de documentação e de capacitação técnica dos funcionários. Foi entregue uma lista de tarefas a serem cumpridas para que o local possa ser reaberto. Antes disso, porém, a vigilância deverá fazer uma nova vistoria para, caso comprove o ajuste às solicitações, reabrir a loja. As informações são do jornal SPTV, da TV Globo.

SOLANGE SPIGLIATTI, Agencia Estado

08 de setembro de 2007 | 19h34

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.