Violência no Barein atinge circuito de abertura da F1

O treino para uma corrida da categoria GP2 Asia foi cancelado nesta quinta-feira no autódromo do Barein devido à onda de violência no país árabe. Esse mesmo circuito deve receber a prova de abertura da temporada da Fórmula 1, no mês que vem.

REUTERS

17 de fevereiro de 2011 | 09h44

"Devido aos atuais eventos locais, a equipe médica normalmente estacionada no circuito foi temporariamente chamada aos hospitais da cidade em caso de emergência", disseram os organizadores em nota.

"Por óbvias razões de segurança, os organizadores da GP2 decidiram adiar até amanhã as atividades de hoje na pista."

Pelo menos três pessoas morreram durante a noite quando a polícia atacou um acampamento de manifestantes antigoverno numa praça central de Manama, a capital do Barein.

Milhares de barenitas, a maioria xiitas, fizeram protestos nesta semana exigindo mudanças no reino, dominado por uma dinastia sunita. Duas pessoas já haviam morrido anteriormente.

A GP2 Asia é uma versão regional da GP2, principal categoria de acesso à Fórmula 1. O Barein tem duas provas marcadas para sexta-feira e sábado.

O mesmo circuito receberá em 13 de março o GP de abertura da F1. Há testes programados para a semana anterior no autódromo, e existe uma crescente preocupação de que esse calendário poderá ser afetado pela turbulência política.

(Reportagem de Alan Baldwin)

Tudo o que sabemos sobre:
F1BAREINCORRIDA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.