Virada Esportiva deste ano perdeu 1 de cada 3 eventos

Com corte de custos imposto pela Prefeitura, a Virada Esportiva deste ano terá 33% menos atividades do que a edição do ano passado. O evento passou de 3 mil opções de lazer para 2 mil programadas para 34 horas, entre os dias 21 e 22. Além disso, atrações como lutas de MMA foram substituídas por atividades que o público pode participar.

ARTUR RODRIGUES, Agência Estado

11 de setembro de 2013 | 09h16

Os eventos começarão às 8h do dia 21 (sábado) e terminarão às 18h do dia seguinte. "A virada do ano passado custou R$ 7,3 milhões e neste ano não chegará a R$ 5,5 milhões", disse o secretário municipal de Esportes, Celso Jatene. A queda nos custos foi ordenada pelo prefeito Fernando Haddad (PT) em todas as áreas da administração e atingiu também a virada.

Este ano, a diminuição também aconteceu no número de locais que sediarão atrações. De acordo com dados da gestão passada, a última edição aconteceu em 1,1 mil locais. Esta Virada será em 200. Atual administração justifica, porém, que houve mudança de critério, que impede que vários eventos em uma mesma região sejam contabilizados de maneira separada.

De acordo com o secretário Jatene, este ano o perfil do evento será diferente. "Nós trouxemos para a virada o perfil participativo: 95% das atividades são para a população participar e não só para contemplar", disse Jatene.

O prefeito Fernando Haddad afirma que a marca deste ano é relativa ao aumento na duração de alguns eventos. "Vamos usar a Virada para estimular o uso de equipamentos públicos 24 horas", disse o prefeito. Pelo programa Revirando a Virada, 12 locais, incluindo o Parque do Ibirapuera, vão passar a ficar abertos permanentemente também de madrugada nos fins de semana. De acordo com a Prefeitura, a expectativa é de que 32 parques passem a fazer parte do programa até 2016.

Skate

Uma das novidades desta edição é Skate Run, no dia 22. A atração consiste em uma corrida de skate, com percurso de oito quilômetros. A largada será na frente do Estádio do Pacaembu, passando pelo Minhocão e terminando no Memorial da América Latina.

Os participantes serão divididos nas categorias profissional, amador, feminino e passeio for fun. A Prefeitura pretende reunir 10 mil praticantes do esporte. O evento terá estrelas como o hexacampeão mundial de skate, Sandro Dias, o Mineirinho. "A maioria da galera do skate vai participar", disse Dias. Ele afirmou que não poderá utilizar o mesmo skate que usa normalmente em provas. "Vou ter de preparar um skate especial para isso, porque esse skate (das provas) não se adapta ao asfalto. Então, vou precisar de rodas diferentes, um skate um pouco maior."

Dentro da programação também haverá eventos voltados aos deficientes físicos. Futebol de amputados, handebol de cadeirantes, esportes aquáticos adaptados, caminhada para pessoas com déficit de atenção e hiperatividade. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Mais conteúdo sobre:
Virada Esportiva

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.