Visitante da Rio+20 terá mais postos de informação

Os visitantes que chegarem ao Rio de Janeiro durante a Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável (Rio+20), entre os dias 13 e 22 de junho, contarão com novos postos de informação turística para receber orientações sobre os eventos oficiais e paralelos.

HELOISA ARUTH STURM, Agência Estado

29 Maio 2012 | 19h42

A Riotur vai reforçar as equipes que atuam nos sete pontos de atendimento ao turista da cidade e instalar oito temporários - em locais como Parque dos Atletas, Aeroporto Santos Dumont, Aterro do Flamengo, Riocentro e Quinta da Boa Vista. Haverá também atendimento móvel: 30 agentes circularão pela orla e principais pontos turísticos da cidade.

A Prefeitura do Rio anunciou nesta terça-feira o planejamento operacional que será implantado durante a Rio+20 para minimizar os impactos do evento na rotina da cidade. Mais de três mil agentes municipais auxiliarão na limpeza, segurança e monitoramento dos eventos. Todas as obras e os serviços de reparo em vias públicas serão suspensos no período, e será proibido o estacionamento em áreas próximas aos locais da conferência.

As principais ações serão adotadas entre os dias 20 e 22 de junho, quando ocorre o Segmento de Alto Nível da Conferência, com a presença dos chefes de Estado: haverá ponto facultativo nas três esferas de governo, e será feriado escolar - as aulas serão repostas em dezembro. Alterações no fluxo viário e o incentivo ao uso de transporte público, com a oferta adicional de 60 ônibus à frota regular, além da criação de uma linha especial com outros 10 veículos, são algumas das ações previstas para garantir a fluidez no trânsito.

Mais conteúdo sobre:
Rio+20 logística

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.