Vitamina C 'não impede resfriados', diz estudo

Cientistas acreditam que benefícios não justificam alta ingestão diária

BBC Brasil, BBC

18 Julho 2007 | 06h16

Tomar um comprimido de vitamina C por dia não protege a maioria das pessoas de resfriados comuns, de acordo com um estudo feito por cientistas na Austrália e na Finlândia. Uma análise de 30 pesquisas, envolvendo um total de 11.350 pessoas, também concluiu que doses de pelo menos 200 miligramas por dia não tiveram grande eficácia em reduzir a duração ou gravidade de resfriados. Mas pessoas expostas a períodos de grande estresse, como corredores de maratona, podem reduzir o seu risco de pegar resfriados em 50% se tomarem vitamina C diariamente. O estudo foi publicado na última edição da revista científica Cochrane Library. Pesquisadores da Universidade Nacional Australiana e da Universidade de Helsinki concluiram que, para a maioria das pessoas, os benefícios de tomar vitamina C diariamente são tão poucos que não valem o esforço ou o gasto. Embora eles tenham descoberto que a vitamina C pode reduzir a duração de resfriados em até 8% em adultos e 13,6% em crianças, como a maioria das pessoas só tem dois ou três resfriados anualmente, este benefício é muito pequeno. Harri Hemilä, que participou do estudo, disse: "Não faz sentido tomar vitamina C 365 dias por ano para diminuir a chance de pegar um resfriado." Mas os cientistas dizem que isso pode se justificar no caso de pessoas expostas a frio excessivo ou estresse físico, onde doses de vitamina C reduziram pela metade o risco de se pegar resfriado. Além disso, afirmam que há evidências sugestivas de um estudo de que doses muito grandes de vitamina C tomadas no começo de um resfriado podem ter um efeito positivo. Mas mais pesquisas serão necessárias para avaliar esta possibilidade. Em 1970, o químico Linus Pauling, que recebeu o prêmio Nobel, encorajou as pessoas a tomarem mil miligramas de vitamina C diariamente para afastar a possibilidade de resfriados. Mas desde então os efeitos da vitamina em resfriados causam polêmica. A atual dose diária recomendada de vitamina C é de apenas 60 miligramas, e Catherine Collins, uma nutricionista da Associação Dietética Britânica, disse que a dose ideal é de 200 miligramas por dia. Mas ela disse que a maioria das pessoas pode facilmente obter essa quantidade da vitamina dos alimentos, comendo cinco porções de frutas e verduras todos os dias. Além disso, vitamina C em excesso não é absorvida e, portanto, é eliminada pelo organismo. Embora os glóbulos brancos do organismo, que combatem infecções, utilizem vitamina C, Collins disse que há poucas evidências que sugerem que ela possa ajudar a impedir resfriados. "Parece biologicamente plausível, porque a vitamina C ajuda a melhorar o sistema imunológico, mas ela só parece funcionar em pessoas com deficiência (da vitamina C), o que é muito raro", afirmou. Mas ela acrescentou que o estudo é útil para um melhor conhecimento da vitamina C.   BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Mais conteúdo sobre:
vitamina resfriado saúde

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.