Vítima de desabamento teve fratura na coluna

De todos os feridos no desabamento do camarote da São José Folia, a advogada Simone Laurino, de 33 anos, foi quem sofreu lesões mais graves. Por telefone, ela contou ao Estado que fraturou as vértebras L2 e L3. A advogada foi transferida do Pronto-Socorro da Vila Industrial, em São José dos Campos, para o Hospital Albert Einstein, na capital, e, até as 20 horas de ontem, aguardava o resultado de exames para saber se fará cirurgia. Simone diz que estava num grupo de dez pessoas, quando o público do camarote começou a pular. "Antes de desmaiar, só vi que o chão caiu, e eu bati com as costas. Disseram que foi uma queda de 6 metros."

Alline Dauroiz, O Estadao de S.Paulo

23 de novembro de 2009 | 00h00

Outra vítima, uma jovem de 27 anos (que não quis ter o nome divulgado), internada no Hospital Santos Dumont de São José dos Campos com fratura no pé, diz ter pagado R$ 80 pelo camarote e que, de lá, era possível ver brigas na pista. "Faltou segurança. Além da briga na pista, roubaram o celular da minha irmã." Ela conta que a irmã, de 22 anos, trincou um joelho e a prima, de 27, quebrou os dois pés.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.