Vítima de massacre em Realengo é internada novamente

Um estudante de 13 anos, vítima do massacre na Escola Municipal Tasso da Silveira, em Realengo, na zona oeste do Rio de Janeiro, retornou ao Hospital Estadual Albert Schweitzer com dor no braço, na noite de ontem. Ele está internado em observação.

PRISCILA TRINDADE, Agência Estado

20 de abril de 2011 | 11h51

O garoto, que foi atingido por dois tiros no braço esquerdo no último dia 7, recebeu alta dias depois de ser operado na unidade. Segundo a Secretaria Estadual de Saúde, o adolescente está bem e deve ter alta entre hoje e amanhã.

Outros três estudantes permanecem internados em unidades da rede estadual. Um deles, de 13 anos, está na UTI pediátrica do Hospital Adão Pereira Nunes, em observação rigorosa, com quadro que inspira cuidados.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.