Vítimas das chuvas do PI vão ganhar mobília do governo

O governo do Piauí vai restituir os eletrodomésticos e as mobílias das famílias cujas casas foram destruídas pela enxurrada da Barragem Algodões 1, em Cocal da Estação. De acordo com o governador Wellington Dias (PT), será liberada uma verba do Ministério da Integração Nacional. Serão R$ 2,2 milhões para compra de geladeiras, fogões e móveis. Dias informou que as famílias receberão terreno e casas novas. As famílias dos municípios de Cocal e Buriti dos Lopes serão beneficiadas.

AE, Agencia Estado

04 de junho de 2009 | 09h42

Segundo Dias, serão liberados R$ 35 milhões para obras de reconstrução e recuperação dos estragos. Pelos dados da Defesa Civil Estadual, pelo menos 550 casas populares serão construídas na região. Com o rompimento da barragem, cerca de 2 mil famílias de Cocal e mil famílias de Buriti dos Lopes foram desabrigadas e mais de 900 estão alojadas em abrigos. A Secretaria do Meio Ambiente estima em 30 mil animais mortos.

Para distribuir o benefício, o Estado vai usar o mesmo cadastro feito pela Defesa Civil para prestar assistência emergencial. ?O povo desse Estado terá nossa total solidariedade e total respaldo do Ministério da Integração, pois é uma determinação do presidente Lula. O dinheiro será liberado imediatamente. Estamos somente aguardando o tempo de cumprir alguns processos burocráticos?, informou o ministro Geddel Vieira Lima.

O secretário estadual de Defesa Civil, Fernando Monteiro, disse que serão destinados R$ 2,8 milhões para a compra de patrulhas mecanizadas que serão repassadas aos municípios para a reconstrução de estradas, passagens, pequenas pontes e outras estruturas públicas. A verba do ministério deve financiar a construção de um dique no município de Parnaíba. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Mais conteúdo sobre:
chuvasPiauí

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.