Vítimas de assaltos são mortas por motoqueiros em SP

Pedro Makayama foi atacado quando estacionava seu veículo na garagem da residência, na Vila Tibiriçá, em Santo André, na Grande São Paulo. Ele estava com a mulher, Sebastiana Makayama, e o enteado, Carlos Novaes Mendes, e voltava do banco, onde sacou 3.100 reais. Dois homens surgiram em uma moto modelo Falcon e exigiram o dinheiro, mas Pedro saiu do veículo e tentou correr para dentro de casa. Baleado no pescoço, ele foi socorrido pelos familiares e levado para o pronto-socorro, mas não resistiu; os ladrões fugiram.Já no início da noite de ontem, Flávio di Nápoli foi atacado na Vila Gilda, também em Santo André, por dois homens que queriam seu carro, um Uno Mille. Os bandidos, que ocupavam uma Falcon, atiraram duas vezes contra o motorista, que morreu no hospital central do município.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.