Viúva de Glauco teria recebido telefonema de suspeito

O estudante universitário Carlos Eduardo Sundfeld Nunes, de 24 anos, o "Cadu", principal suspeito pelas mortes do cartunista Glauco Villas Boas, de 53 anos, e do filho, Raoni, de 25, teria ligado, na noite de ontem para a casa de Ana Beatriz, viúva do cartunista. O delegado Archimedes Cassão Veras Júnior, do Setor de Investigações Gerais (SIG), da Delegacia Seccional da cidade, reconheceu que a ligação "provavelmente tenha ocorrido". Dois investigadores do SIG que estavam na delegacia confirmaram o telefonema, embora a assessoria de imprensa da Secretaria de Segurança Pública afirme que a Polícia Civil de Osasco não confirma a ligação.

EQUIPE AE, Agencia Estado

14 de março de 2010 | 16h35

O policiamento em frente à casa do cartunista, no Jardim Santa Fé, zona norte de Osasco, foi reforçado, mas, segundo o delegado, o imóvel está vazio. Tanto a família das vítimas como a família do estudante estão sendo amparadas pelos seus respectivos advogados.

Tudo o que sabemos sobre:
Glaucomortetelefonemaviúva

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.