Vivendi abandona venda da GVT após desistência da DirecTV

A francesa Vivendi suspendeu a venda da operadora brasileira GVT após não conseguir atrair os 7 bilhões de euros que pretendia de potenciais compradores, em outro revés para o plano do conglomerado de telecom e mídia francês de reduzir a dívida.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.