Volume de água na Cantareira está em 19,6% da capacidade

O volume de água armazenado no Sistema Cantareira, que abastece 8,8 milhões de pessoas na Região Metropolitana e parte da região de Campinas, caiu mais e atingiu nesta segunda-feira, 10, 19,6% da capacidade, conforme informações disponíveis no site da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp). Ontem, 9, esse nível estava em 19,8% e já era considerado o mais baixo já registrado pelo sistema, por conta das chuvas abaixo da média para o período.

EULINA OLIVEIRA, Agência Estado

10 de fevereiro de 2014 | 10h09

De acordo com o levantamento diário da Sabesp, o volume de chuva acumulado para o mês no sistema é de 2 milímetros, ante média histórica de 202,6 milímetros nos meses de fevereiro.

Neste domingo, por meio de nota, a Sabesp informou que o fato do sistema Cantareira estar abaixo dos 20% não altera as medidas operacionais da companhia. "Apesar de ser o menor índice da história do sistema, a companhia espera as chuvas previstas para a segunda quinzena de fevereiro", afirmou.

Também neste domingo, o governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), descartou o racionamento de água no Estado. "Neste momento não haverá racionamento", afirmou.

Alguns municípios paulistas já adotaram o racionamento. Na capital, a Sabesp implantou um programa que prevê desconto na conta de quem reduzir 20% do consumo.

Tudo o que sabemos sobre:
abastecimentoáguaSPCantareira

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.