Lucinéia Nunes
Lucinéia Nunes

Voluntários da Páscoa

Um pedaço para cada um. O sacrifício de fazer a prova de ovos de Páscoa foi dividido, neste ano, com 11 leitores que formaram uma seleção chocólatra para provar 48 exemplares. A prova, às cegas, foi no estilo morde e anota

28 Março 2012 | 21h42

A missão era amarga, meio amarga, ao leite, crocante: eleger os melhores ovos de Páscoa. Os 11 leitores-jurados selecionados pelo Paladar fizeram o duro sacrifício - e chegaram aos deliciosos veredictos das 4 páginas seguintes

A megadegustação de ovos de Páscoa é tradição no Paladar desde a safra de 2006, ano de ovos mexidos - foram 65 ovos de diferentes tipos de chocolate provados e comentados pelo então editor do Paladar, Ilan Kow. 

As colheitas seguintes foram marcadas por amargos e meio amargos (2007), chocolates de origem (2008), ovos de autor (2009) e com diferentes porcentagens de cacau (2010). Em 2011 a safra trouxe um pouco de tudo que já havia sido colhido, além de ovos de brigadeiro, que brotaram em grande quantidade.

Somadas todas as safras, Ilan Kow (atualmente diretor de Núcleo de Publicações do Estado) provou e comentou 731 ovos. Terminada a megadegustação de 2011, anunciou: na próxima Páscoa, quem vai eleger os melhores ovos da cidade são os leitores.

Para se candidatar à vaga de degustador de ovos de Páscoa, era preciso caprichar no comentário, que deveria ser deixado no nosso blog, no post em que explicávamos as regras. Ao longo de quatro dias, foram postadas mais de 300 candidaturas chocólatras, jurando amor e prometendo dedicação total. 

A ideia inicial era escolher dez jurados, porque nós, jornalistas, temos chocolatria é por números redondos. Mas o doce amoleceu nossos corações e acabamos chamando mais um. Onze escolhidos, estava formado nosso escrete do cacau, nosso Chocolate Futebol Clube. 

Eles provaram 48 ovos, que também passaram por uma seleção: refletem o que há de mais consistente na oferta em São Paulo. Vêm das casas que tiveram boas avaliações ao longo desses anos de degustação. A colheita atual retrata a ampliação da variedade de receitas de 2006 até hoje. Os ovos foram divididos em categorias conforme o perfil. Dos clássicos, comparecem os ovos ao leite, amargos e crocantes. Dos matemáticos, os kits de chocolate de origem (aqueles cujo cacau tem endereço e CEP) e suas porcentagens. Gianduia, marzipã e os feitos com castanhas formam o meio de campo entre clássicos e ousadas. Com uma oferta cada vez maior, os recheados aparecem grande número: são 13 - contra 5 nas outras categorias.

Safra de leitores:

Mais conteúdo sobre:
Paladar

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.