Voo 447: ministro francês volta a descartar terrorismo

O ministro da Defesa francês, Hervé Morin, voltou a declarar ontem que não existe nenhum indício de atentado terrorista no caso do desaparecimento do Airbus A330 da Air France. Ele destacou a ausência de ameaças ou de reivindicação do ato, como é de praxe. Já o secretário dos Transportes, Dominique Bussereau, lançou novo pedido de prudência em relação às hipóteses levantadas.

AE, Agencia Estado

06 Junho 2009 | 08h25

A aeronave da Air France desapareceu no Oceano Atlântico com 228 pessoas a bordo durante o trajeto Rio de Janeiro-Paris. De acordo com a companhia e a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), 58 brasileiros embarcaram na aeronave. O último contato do Airbus ocorreu às 23h14 de domingo. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Mais conteúdo sobre:
acidenteaviãoAir Francevoo 447

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.