Vovó Teresinha

Para o último Dia das Mães foram duas travessas e, mesmo com a família incompleta, não sobrou nada. "Eu chamo de 'doce de morango da vovó', que é como todo mundo gosta de dizer", explica Teresinha Laloni. Ela começou fazendo o doce na versão banana, que sai na frente do morango com uma artimanha: pode ir ao forno. E o suspiro, do tipo italiano, o mais consistente de todos, sai levemente queimado e tão firmezinho que dá até para morder. É a sobremesa oficial das festas de família. "Não é difícil fazer, mas ter uma batedeira boa é importantíssimo, o ponto da calda é importantíssimo", alerta Teresinha. Além do doce de morango, prepara dezenas de bolos de suspiro por ano, o chamado bolo branco. Tem em todo aniversário Laloni. E, sobre as travessas do Dia das Mães, é mentira que ficaram vazias. Restou um pouco de suspiro, uma colherada de doce de leite e uns três morangos que a neta guardou num potinho na geladeira para adoçar o encontro das matriarcas com o novo namorado (e alguém, lógico, comeu). (atualizada em 17 de novembro)

14 Maio 2009 | 11h57

Mais conteúdo sobre:
Paladar suspiro vov&oacute s

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.