Vulcão Gamkonora lança rochas e causa alerta na Indonésia

Alguns dos moradores locais deslocados pelo risco de erupção sofrem dificuldades respiratórias devido à coluna de fumaça e cinzas expelida pelo vulcão

Efe

11 Julho 2007 | 16h47

As autoridades das Ilhas Molucas, na Indonésia, decretaram o alerta máximo, temendo uma possível erupção do vulcão Gamkonora, que começou a lançar rochas incandescentes e fagulhas. "O vulcão está expelindo rochas e fagulhas até uma altura de cerca de 15 metros, o que indica que o magma está muito perto da superfície da cratera", disse o diretor do Serviço de Vulcanologia da Indonésia, Saut Simatupang, segundo a agência de notícias estatal "Antara". "Podemos começar a ver surgir lava em breve. É muito provável que o vulcão entre em erupção", acrescentou. As autoridades declararam o nível de alerta máximo e mais de 9 mil pessoas, de oito povoados situados nas encostas do vulcão, na ilha de Halmahera, se mudaram para refúgios estabelecidos a cerca de 20 quilômetros de distância. Alguns dos deslocados sofrem dificuldades de respiração devido à coluna de fumaça preta e cinzas expelida pelo vulcão, que chegou a alcançar quatro quilômetros de altura. A última grande erupção do Gamkonora data de 1673, mas há varias décadas ele mostra sinais de atividade.

Mais conteúdo sobre:
vulcão erupção indonésia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.