Walmart vai investir R$ 2,2 bilhões

Recursos serão utilizados na abertura de até 110 lojas no Brasil. Anúncio foi feito ontem em São Paulo

Rodrigo Petry, O Estadao de S.Paulo

22 Dezembro 2009 | 00h00

O presidente do Walmart Brasil, Héctor Núñez, anunciou ontem, em São Paulo, que a companhia vai investir entre R$ 2 bilhões e R$ 2,2 bilhões em 2010. Segundo ele, os investimentos serão destinados à abertura de 100 a 110 lojas. "Trata-se do maior aporte dos 14 anos em que estamos no Brasil", disse.

As operações do Walmart no País estão, ao lado da China e da Índia, entre as que mais vêm recebendo recursos da matriz americana. A rede anuncia seu plano de investimentos recorde no ano em que o Grupo Pão de Açúcar assumiu o controle da Casas Bahia e do Ponto Frio, o que deu ao concorrente a liderança no varejo brasileiro.

Segundo a Associação Brasileira de Supermercados (Abras), em 2008 o Walmart ficou em terceiro lugar no ranking de faturamento, com R$ 16,9 bilhões, atrás do Carrefour, com R$ 22,4 bilhões. Já o Grupo Pão de Açúcar, contabilizando as aquisições, obteve faturamento de cerca de R$ 40 bilhões em 2008.

Em 2009, o Walmart aplicou aproximadamente R$ 1,6 bilhão na abertura de 90 lojas. O foco das inaugurações foram as bandeiras Todo Dia, voltada para o público das classes C e D, e Maxxi Atacado. A previsão do Walmart é encerrar o ano com mais de 430 lojas espalhadas por 18 Estados e no Distrito Federal. "O Brasil tem importância elevada para o Walmart. Em 2010, os investimentos serão os maiores do mundo", afirmou Núñez.

O foco das novas lojas continua nas bandeiras Todo Dia e Maxxi Atacado. "Nossos investimentos serão 40% superiores em 2010", disse. A expectativa do executivo é que sejam abertas 10 mil vagas de empregos com as novas unidades. "Hoje há 60 milhões de consumidores ativos no Brasil e esperamos que esse número duplique em cinco anos. Nossos investimentos visam a atender a todas as classes sociais", afirmou.

Núñez destacou que nos últimos quatro anos o Walmart investiu mais de R$ 4,5 bilhões no País. Em 2007, foi R$ 1 bilhão; em 2008, R$ 1,2 bilhão; e este ano deverá somar R$ 1,6 bilhão. Em 2009, foram abertas 91 novas lojas, sendo 70 delas voltadas à população de baixa renda.

O Walmart fechará o ano com 435 unidades em 18 Estados mais o Distrito Federal. Segundo o executivo, a empresa busca, dentro do plano de expansão, estar em todos os Estados brasileiros nos próximos anos.

Indagado sobre a estratégia da companhia após as aquisições da Casas Bahia e Ponto Frio, pelo Grupo Pão de Açúcar, o executivo salientou "que a empresa vai continuar fortalecendo suas operações" para enfrentar a concorrência.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.