Wii torna presidente da Nintendo homem mais rico do Japão

Patrimônio de Hiroshi Yamauchi subiu US$ 3 bilhões após o lançamento do novo console da Nintendo

Reuters,

08 de maio de 2008 | 17h27

As fortes vendas do console de videogame Wii da Nintendo fizeram o presidente do conselho da empresa, Hiroshi Yamauchi, se tornar o homem mais rico do Japão, com fortuna de US$ 7,8 bilhões, segundo o ranking anual apresentado pela revista Forbes. O patrimônio de Yamauchi, 80, subiu US$ 3 bilhões no ano passado, o que o tirou do terceiro lugar do ranking para a primeira posição, à frente do magnata Akira Mori, que tinha o posto de número um no ano passado. O Wii, com seu controle sensível a movimento e jogos com um apelo diferente que atrai jogadores mais casuais, tem superado os rivais PlayStation 3, da Sony, e Xbox 360, da Microsoft, desde seu lançamento em 2006. As ações da Nintendo mais que triplicaram em dois anos, catapultando o valor de mercado da companhia, para US$ 79 bilhões, e a fortuna de Yamauchi, que possui 10% da empresa. Mori, cuja Mori Trust é uma das maiores empresas imobiliárias de Tóquio, ficou em segundo lugar com US$ 7,7 bilhões, segundo a revista. Kunio Busujima, 83, fundador da fabricantes de máquinas de jogos pachinko Sankyo, ficou em terceiro lugar com US$ 5,4 bilhões no ranking da Forbes. Um novato na lista dos 40 homens mais ricos do Japão é Kenji Kasahara, 32, criador do site de rede social Mixi. A Forbes afirmou que os cálculos de patrimônio que fez foram baseados nos preços das ações e em suas próprias estimativas de riqueza.

Tudo o que sabemos sobre:
Nintendo Wii

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.