WWF descobre novas espécies de animais e plantas no Vietnã

Entidade achou uma serpente, duas borboletas e outras oito plantas 'totalmente desconhecidas'

Efe,

26 de setembro de 2007 | 08h48

Cientistas do Fundo Mundial da Vida Animal (WWF, sigla em inglês) anunciaram nesta terça-feira, 26, que descobriram 11 novos espécies de plantas e animais em regiões remotas das selvas do Vietnã.    Veja galeria das novas descobertas   Em comunicado divulgado em Washington, o WWF ressaltou que a descoberta mostra a importância dos esforços de conservação nas selvas remotas vietnamitas.   Na região conhecida como Corredor Verde, na cordilheira Annamitas, os cientistas encontraram uma serpente, cinco orquídeas, duas borboletas e outras três plantas totalmente desconhecidas. Outras espécies de plantas, entre elas quatro orquídeas, ainda estão sob estudo, mas também parecem ser espécies novas.   Chris Dickinson, diretor do estudo, afirmou que na década de 90, nas mesmas selvas, haviam sido descobertas outras espécies, inclusive de grandes mamíferos. "Estas 11 podem ser só a ponta do iceberg", comentou.   Segundo especialistas da organização, as selvas da região se mantiveram sem perturbações humanas durante milhares de ano. Por isso, constituem um habitat único para muitas espécies.   A nova espécie de serpente apresenta uma mancha branca e amarela ao longo de todo o corpo. Ela vive principalmente junto aos riachos, se alimenta de rãs e outros pequenos animais e pode medir quase um metro de comprimento.   Três das novas orquídeas não têm folhas, clorofila nem pigmentação verde. Outra espécie é uma planta com uma flor quase totalmente negra.   Segundo o WWF, todas as novas espécies correm o perigo de extinção devido à poda ilegal, à caça e à extração sem controle de recursos naturais.

Tudo o que sabemos sobre:
AnimaisWWFPlantas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.