Xstrata diz ainda querer fusão com Anglo, mas sem prêmio

A mineradora Xstrata permanece comprometida com uma fusão sem prêmio com a Anglo American, informou a companhia neste domingo, após um jornal ter dito que oferecerá 5 bilhões de libras (8,1 bilhões de dólares) para firmar o acordo.

REUTERS

12 Julho 2009 | 17h38

O jornal The Observer citou fontes, dizendo que a Xstrata levantará o capital por meio de uma emissão de ações, já que suas dívidas tornaram difícil justificar novos empréstimos.

Mas a companhia informou em um comunicado enviado à Reuters que sua proposta "continua uma fusão de iguais sem prêmio, na qual os acionistas de ambas compartilharão igualmente os benefícios substanciais exclusivamente disponibilizados pela fusão".

A mineradora acrescentou que "a proposta não carrega nenhuma das características de uma aquisição, na qual um prêmio tipicamente seria pagável".

Os acionistas da Anglo são a favor de um acordo de fusão em princípio, mas querem termos melhores que os propostos pela Xstrata em junho, segundo a publicação.

A matéria também informou que a Xstrata está disposta a considerar assumir uma fatia menor na companhia resultante da fusão.

A empresa tem avaliado suas opções após a Anglo ter rejeitado no mês anterior propostas de uma fusão que criaria uma mineradora gigante avaliada em mais de 40 bilhões de libras.

Na semana passada, a Anglo indicou o industrialista veterano, John Parker, como presidente do Conselho para ajudar a sustentar sua liderança, conforme busca se defender da investida indesejada da Xstrata.

(Reportagem de Rhys Jones)

Mais conteúdo sobre:
XSTRATA DIZ AINDA QUERER FUSO COM ANGLO MAS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.