Zelaya e Lobo irão à República Dominicana para tratar de crise

O presidente hondurenho deposto, Manuel Zelaya, e o presidente eleito na recente eleição, Porfirio Lobo, viajarão à República Dominicana para buscar uma solução à crise política de Honduras com a mediação do mandatário dominicano, Leonel Fernández.

REUTERS

11 Dezembro 2009 | 23h02

Zelaya chegará ao país caribenho no domingo e Lobo, na segunda-feira, anunciou Fernández durante uma entrevista coletiva nesta sexta-feira.

O presidente dominicano destacou que o diálogo político pretende superar a situação de crise que vive Honduras desde a interrupção da ordem constitucional em 28 de junho.

"A ideia seria em primeiro lugar um encontro separado que vamos ter com o presidente Zelaya quando ele chegar domingo. O mesmo acontecerá na manhã de segunda-feira ou no meio da tarde com o presidente eleito", disse Fernández.

Mais conteúdo sobre:
HONDURASDOMINICANAVIAGEM*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.