Zimbábue obtém US$300 mi em empréstimo do Brasil--mídia local

O Zimbábue garantiu um empréstimo de 300 milhões de dólares do Brasil para financiar a agricultura e incentivar a produção de grãos depois de anos sucessivos de déficit alimentar, divulgou a mídia estatal do país nesta quinta-feira.

REUTERS

27 Outubro 2011 | 09h04

O empréstimo faz parte de um programa de ajuda brasileiro para a África, segundo o jornal Herald, controlado pelo governo.

O ministro da Agricultura do Zimbábue, Joseph Made, disse que o dinheiro seria usado para ajudar os agricultores que não conseguiram obter empréstimos de bancos locais que ainda estão se recuperando de uma prolongada crise econômica.

"O programa é importante ,para o país, já que conseguiu tratar de alguns desafios que estamos enfrentando em obter linhas de crédito para ajudar o setor agrícola que é a base da economia", disse Made ao jornal.

O Zimbábue, que já foi o celeiro regional, vem lutando para alimentar o próprio povo desde 2000, quando o governo do presidente Robert Mugabe começou a tomar fazendas de brancos para distribuí-las aos negros.

O setor agrícola mostrou sinais de recuperação sob um governo de unidade criado há dois anos por Mugabe e seu rival, o primeiro-ministro Morgan Tsvangirai, depois de uma eleição contestada em 2008, na qual Mugabe saiu vitorioso.

O setor deve crescer 33 por cento em 2011, segundo projeções do governo.

(Reportagem de Nelson Banya)

Mais conteúdo sobre:
ZIMBABUE EMPRESTIMOBRASIL*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.