Zulaiê Cobra vai defender acusada de matar coronel

A advogada Zulaiê Cobra, candidata a deputada federal pelo Democratas, e o filho dela, Sergei Cobra Arbex, vão defender Carla Cepollina, acusada de matar o namorado, o coronel da reserva e deputado estadual Ubiratan Guimarães, 63 anos, no dia 9 de setembro de 2006. A acusada tinha como advogado o ex-ministro da Justiça Márcio Thomaz Bastos.

JULIA BAPTISTA, Agência Estado

23 de agosto de 2010 | 10h35

A informação foi confirmada por Arbex, que também é advogado de defesa da família de Sandra Gomide, morta há dez anos pelo ex-namorado Pimenta Neves, que na época era diretor de redação do jornal O Estado de S. Paulo. Arbex disse que vai recorrer da decisão do Tribunal de Justiça de São Paulo, de 11 de junho deste ano, de levar Carla Cepollina a júri popular. Ele afirmou que vai entrar com pedido de habeas corpus.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.