PT desiste da corrida em São Caetano após 'mensalinho'

Pela primeira vez desde 1982 o PT fica fora da disputa em um município do ABC, por causa de um vídeo postado na internet

PEDRO ROCHA, O Estado de S.Paulo

31 de agosto de 2012 | 03h10

O candidato do PT à Prefeitura de São Caetano do Sul, Edgar Nóbrega, abandonou a disputa ontem na cidade do Grande ABC depois da divulgação de um vídeo na internet no qual ele aparece negociando o seu apoio à administração do atual prefeito, José Auricchio Júnior, do PTB.

Com a decisão, o PT fica fora da disputa na cidade - é a primeira vez na história do PT que ele não disputa uma eleição em um dos municípios do Grande ABC, região onde a organização nasceu a partir das greves dos metalúrgicos comandadas pelo então líder sindical Luiz Inácio Lula da Silva, no início dos anos 1980.

O vídeo que detonou a candidatura do vereador Edgar Nóbrega teria sido gravado em 2009. Nele o candidato aparece negociando com o ex-secretário de governo Anacleto Campanella, do DEM. Ele apoiaria a gestão atual da Prefeitura em troca de R$ 100 mil para se eleger presidente do PT, em 2009. Ele foi eleito, mas deixou o cargo esta semana. "A pergunta básica que a gente deveria fazer é: quanto custa ter o PT?", diz o petista n a gravação.

No vídeo Edgar questiona Campanella sobre cargos no Executivo para o PT. O secretário de governo da Prefeitura pediu exoneração no início desta semana, depois que o caso foi noticiado pelo Diário do Grande ABC. A prefeitura abriu sindicância interna para investigar o caso.

Ao tentar explicar-se na Câmara Municipal, na segunda-feira, o candidato do PT afirmou que a gravação foi "editada criminosamente" pelo candidato a vereador do PcdoB, Eder Xavier, que divulgou o vídeo. Cerca de 100 pessoas presentes receberam a explicação com vaias e viraram de costas para o vereador.

O "mensalinho" pago pelo atual prefeito deveria financiar a eleição do vereador petista no processo de eleições diretas do partido no município de São Caetano. O candidato prometia em troca do apoio financeiro promover uma 'oposição tranquila' ao governo do PTB na cidade.

O candidato renunciou ontem após conversar com representantes da direção nacional e estadual do partido em que relatou as pressões que vinha sofrendo desde que o vídeo foi divulgado. Na última pesquisa Ibope, Nóbrega aparecia com 3% das intenções. A disputa é liderada por Paulo Pinheiro (PMDB), com 29%, seguido por Regina Maura (PTB), com 26%.

Tudo o que sabemos sobre:
eleições 2012

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.