Chanceler colombiana visita principais pontos da fronteira com a Venezuela

Visita busca ratificar compromisso de Chávez e Santos com o desenvolvimento social das fronteiras

Efe,

13 de setembro de 2010 | 20h23

BOGOTÁ- A ministra de Relações Exteriores da Colômbia, María Ángela Holguín, visitou nesta segunda-feira, 13, Paraguachón y Cúcuta, os principais pontos da fronteira norte e nordeste com a Venezuela.

 

Veja também:

linkEquador prende quadrilha suspeita de dar apoio a guerrilhas da Colômbia

 

A visita busca "aprofundar as linhas de integração definidas pelos presidentes Juan Manuel Santos e Hugo Chávez, e ratificar o compromisso do governo nacional com o desenvolvimento social das fronteiras", afirmaram fontes de seu gabinete.

 

A chanceler se reuniu com os governadores dos departamentos (estados) de La Guajira e Norte de Santander, e fez "um inventário dos principais programas que podem ser trabalhados conjuntamente com a Venezuela", segundo as fontes.

 

A Chancelaria declarou que uma das prioridades da política externa do governo Santos "é a atenção às populações vulneráveis residentes nas áreas de fronteira".

 

Colômbia e Venezuela compartilham uma fronteira comum de 2.219 km de comprimento, que terão atenção prioritária, segundo os governantes dos dois países.

 

As relações entre os países vizinhos foram restabelecidas em 10 de agosto, quando Chávez e Santos se reuniram em Santa Marta. Elas haviam sido rompidas pelo governante venezuelano em julho, após o então governo de Álvaro Uribe ter denunciado a presença de guerrilheiros na Venezuela com o aval do governo de Caracas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.