PUBLICIDADE

Foto do(a) blog

Notícias e artigos do mundo do Direito: a rotina da Polícia, Ministério Público e Tribunais

Família faz primeira visita a Lula na cadeia da Lava Jato

Filhos e netos do ex-presidente Lula entraram pelos fundos da sede da Superintendência da PF acompanhados pelo advogado Cristiano Zanin Martins

PUBLICIDADE

Por Ricardo Brandt e e Luiz Fernando Teixeira
Atualização:

 Foto: Ricardo Brandt

A família do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, preso e condenado no caso do triplex do Guarujá, acaba de chegar na sede da Superintendência da Polícia Federal, em Curitiba. Filhos e pelo menos um neto de Lula visitam pela primeira vez o ex-presidente na 'cela especial' preparada para ele no berço da Lava Jato.

+ Petista não terá privilégio em cela, determina Moro

PUBLICIDADE

Faltavam alguns minutos para as dez horas da manhã desta quinta-feira, 12, quando três carros chegaram pelo portão dos fundos da Superintendência da PF, que está sitiada por apoiadores desde o sábado, 7, quando Lula se entregou à Lava Jato para início do cumprimento da pena de 12 anos e um mês de cadeia.

+ Lula pode pegar até 118 anos de prisão

Em um dos carros, uma Duster branca, o filho mais velho Fábio Luiz Lula da Silva, também conhecido como Lulinha, chegou com os vidros abaixados. Ele desceu carregando uma mochila nas costas. Luiz Cláudio, outro filho de Lula, é visto carregando uma sacola. Lurian, filha do ex-presidente, e neto Thiago, filho de Marcos, também estavam presentes. Eles desceram na portaria dos fundos do prédio, acompanhados do advogado de defesa do ex-presidente, Cristiano Zanin Martins.

Publicidade

Lula receberá a família na sala reservada a ele na cobertura do prédio da Polícia Federal, onde está isolado dos demais presos da carceragem.

Por volta das 11h quem chegou ao prédio da PF caminhando pelo portão dos fundos foi o advogado e amigo de Lula, Sigmaringa Seixas, ex-deputado petista. A comitiva da família saiu por volta de 12h50, na hora do almoço, e retornou para a visita à tarde.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.