PUBLICIDADE

Foto do(a) blog

Notícias e artigos do mundo do Direito: a rotina da Polícia, Ministério Público e Tribunais

Todas as razões de Janot para pôr Cunha atrás das grades

No pedido de prisão do presidente afastado da Câmara, ainda sob análise do ministro Teori Zavascki, do Supremo, procurador-geral sustenta que peemedebista faz indicações no governo Temer

PUBLICIDADE

Foto do author Fausto Macedo
Atualização:
 Foto:

PUBLICIDADE

Para Janot, um indicativo da intensa atuação de Eduardo Cunha se confirma inclusive 'nas indicações que vem fazendo e pretende fazer no governo do presidente interino Michel Temer'.

O pedido de Janot foi levado ao Supremo dia 23 de maio. Esta semana, o ministro Teori deu prazo de cinco dias para o presidente afastado da Câmara se manifestar.

Alternativamente à prisão preventiva, o procurador-geral pede tornozeleira eletrônica para Eduardo Cunha.

Janot também requereu, independentemente de prisão ou tornozeleira, suspensão imediata dos privilégios que Cunha ainda mantém, mesmo fora do exercício da Presidência da Câmara - tais como uso da residência oficial, segurança pessoal, utilização de transporte aéreo e carros oficiais e utilização de servidores públicos.

Publicidade

Tudo Sobre
Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.