PUBLICIDADE

Lobão Filho contesta acusações em plenário vazio

PUBLICIDADE

Empossado há 20 dias na vaga aberta com a ida de Edison Lobão (PMDB-MA) para o Ministério de Minas e Energia, o senador Edison Lobão Filho (DEM-MA) escolheu uma segunda-feira de plenário vazio para fazer seu primeiro discurso. Em vez de apresentar documentos para se defender de uma série de denúncias, ele se limitou a dizer que foi vítima de "acusações irresponsáveis e claramente motivadas por interesses contrariados". O senador reforçou, porém, que apresentará esclarecimentos à corregedoria. Entre as suspeitas que recaem sobre Lobão Filho, estão a transferência para a empregada de seu sócio de suas cotas numa distribuidora de bebidas, a participação como sócio oculto em outra empresa e o envolvimento em fraude na Companhia de Processamento de Dados do Maranhão.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.