PUBLICIDADE

Linha 4-Amarela do metrô de SP enfrenta problemas pelo segundo dia consecutivo

Falha de tração em um trem causou o problema desta sexta-feira. Na quinta houve falha no sistema elétrico

PUBLICIDADE

Pelo segundo dia consecutivo, nesta sexta-feira, 25, a Linha 4-Amarela do metrô de São Paulo apresentou problemas que causaram atrasos. Devido à falha de tração em um trem, entre 20h19 e 20h26 essa linha operou com velocidade reduzida entre as estações Pinheiros e Faria Lima, gerando impacto de três minutos de atraso na linha, segundo informou por meio de nota a concessionária ViaQuatro, que administra a linha.

Os passageiros foram orientados por avisos sonoros e pelos Agentes de Atendimento e Segurança nos trens e nas estações, conforme a concessionária.

Pelo segundo dia consecutivo, a Linha 4-Amarela do metrô de São Paulo apresentou problemas  Foto: TABA BENEDICTO/ESTADÃO

PUBLICIDADE

Na quinta-feira, uma falha no sistema elétrico entre as estações São Paulo-Morumbi e Fradique Coutinho, entre 15h07 e 15h21, também causou redução da velocidade dos trens.

Problemas no sistema metroviário têm se repetido nos últimos meses. Na semana passada, uma falha técnica paralisou por mais de duas horas a Linha 5-Lilás. Na ocasião, a ViaMobilidade, concessionária responsável pela operação, informou que a suspensão dos serviços foi provocada por uma falha no sistema de sinalização após o rompimento de cabos de fibra óptica na região do Horto do Ipê.

A Linha 4-Amarela de metrô iniciou sua operação em outubro de 2010, com a inauguração das estações Paulista e Faria Lima, crescendo de tamanho desde então. Atualmente, ela possui 12,8 quilômetros de extensão e opera em 11 estações. A via liga a região Luz, no centro de São Paulo, ao bairro de Vila Sônia, na zona oeste.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.