Nuvem de areia cobre céu de Ribeirão Preto e atinge cidades vizinhas

Vento ultrapassou 70 km/h na região, segundo a Defesa Civil; grande parte do Brasil vê avanço de forte onda de calor nesta semana

PUBLICIDADE

Por José Maria Tomazela
Atualização:
2 min de leitura

Nuvens de pó e areia encobriram o sol e o céu da cidade de Ribeirão Preto, no interior de São Paulo, na tarde desta quarta-feira, 15. O fenômeno, causado pela forte ventania que atingiu a região, assustou os moradores. A velocidade do vento, medida no Aeroporto Leite Lopes, na zona norte, chegou a 74 km/h, segundo a Defesa Civil.

Nuvem de areia encobre Ribeirão Preto Foto: robsonmorelli7/Instagram

A poeira avermelhada, como os solos da região, obrigou os moradores de edifícios mais altos a fecharem as janelas, apesar do calor intenso. Nesta quarta, Ribeirão Preto registrou temperatura máxima de 39 graus, segundo a Climatempo.

Segundo a Defesa Civil Estadual, não houve uma tempestade de areia em Ribeirão Preto, apenas chuva com vento. Pelo fato de a região ter como base o agronegócio e abrigar diversas áreas de plantio com terra vermelha, o vento espalhou o pó.

A formação de nuvens de areia é favorecida pela combinação de vento forte, baixa umidade do ar e calor. Conforme o Climatempo, na segunda-feira, 13, sete cidades da região registraram temperaturas acima dos 40 graus.

Durante a ventania, árvores e galhos caíram sobre carros, em bairros da zona norte da cidade. O Corpo de Bombeiros atendeu várias ocorrências, mas não registrou feridos em decorrência do fenômeno.

Continua após a publicidade

A densa nuvem de poeira atingiu também cidades vizinhas, como Jardinópolis, Barrinha, Batatais e Brodowski. O fenômeno aconteceu na semana em que o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) alertou para uma onda de extremo calor no Brasil, especialmente no Sudeste e no Centro-Oeste.